12 de abr de 2012

Provações… Porque?

provações... porque

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (1 Coríntios 10:13 RA)

A palavra grega traduzida acima como “tentação” tem dois significados: primeiro, “período de teste ou provação”; segundo, “solicitação para praticar o mal”. Somos povo exclusivo de Deus, inteiramente Seu, intimamente ligado ao Seu afeto, debaxo da Sua proteção, receptáculo de todo o conforto e graça necessários.

Em Sua sabedoria, Deus planeja o teste, e limita a tentação. Em Seu amor, Deus envia o teste, e permite a tentação. Em Sua graça, Deus contrabalança o teste e vence a tentação. Em Sua sabedoria Ele planeja e limita. O propósito do sofrimento dos crentes é que ele pode ser um meio através do qual o pecado é eliminado de nossas vidas e assim é produzida em nós uma imagem semelhante à de Cristo. “Precisamos ser moídos entre as pedras de moinho do sofrimento, antes que possamos tornar-nos pão para as multidões famintas”. Em Seu amor, Ele envia e permite. O sofrimento dos crentes demonstra o amor de Deus pelos santos. Deus quer mais do crente para Si mesmo. Em Sua graça, Ele contrabalança e vence. A graça de Deus é suficiente para ultrapassar qualquer dificuldade, consolar qualquer tristeza, vencer qualquer tentação.

Trecho do livro Jóias do Novo Testamento Grego – Kenneth S. Wuest – Editora Imprensa Batista Regular.

Foi edificado? Deixe seu comentário…

*Agora você pode comentar usando sua conta do Google, Twitter, Facebook, Yahoo, OpenID ou Disqus. Experimente.